Gol de Placa - Ano da Edição: 2002

 

O enredo de Gol de placa, livro recém-lançado pela Ática dentro da série "Meu Computador", originou-se das visitas da escritora Edith Modesto a escolas. Nelas, Edith percebeu que os meninos e, para sua surpresa, muitas garotas adoravam futebol. A autora passou, então, a se interessar pelo futsal (futebol de salão) e aprendeu a diversidade de jogadas ensaiadas que esse esporte oferece.

E é justamente uma partida de futsal que vai tirar a diferença criada entre dois grupos: a Turma da Vila e a Turma do Campinho. A rixa começou quando os garotos do Campinho impediram os jovens da Vila de jogar futebol livremente em um campo perto de suas casas.
Em Gol de placa, como sempre acontece nas obras da série "Meu Computador", não faltam ensinamentos sobre informática. No livro, a Turma da Vila usa modernas ferramentas da disciplina para preservar-se de sorrateiras espionagens do grupo oponente.

Edith Modesto conta neste livro que a expressão que dá título à obra foi criada pelo jornalista Joelmir Beting ao assistir a um gol de Pelé do início da década de 1960, feito no estádio do Maracanã.

Nunca é demais lembrar que, no final do volume Gol de placa, um pequeno glossário explica as informações técnicas contidas ao longo da narrativa.

Os outros três títulos da coleção "Meu Computador" publicados pela Ática são Viagem ao centro do computador, Invasão alienígena e Os patrulheiros cibernéticos.