Os Patrulheiros Cibernéticos - Ano da Edição: 2001

 

Uma das séries publicadas mais recentemente pela Editora Ática, destinada ao público jovem, evolui, nitidamente, a cada título lançado. A série chama-se "Meu Computador" e sua criadora é a escritora Edith Modesto.

A autora achava os livros sobre Informática muito complicados, mas sonhava aprender e aprofundar-se no assunto. Passou, então, da defesa ao ataque, criando, como ela diz, "aventuras que passassem conceitos de Informática para os jovens".

Os dois primeiros volumes da série foram Viagem ao Centro do Computador e Invasão Alienígena. Agora é a vez do recém-lançado Os Patrulheiros Cibernéticos, em que, mais uma vez, os irmãos Daniel, Marcos e Mariana, junto com vários amigos, enfrentam vilões virtuais, todos, porém, muito reais.

A história fala da invasão do site da escola de seus protagonistas por piratas do ciberespaço. O alvo dos malfeitores é a professora mais querida pelos alunos, Sandra, logo a responsável por ensinar os segredos da informática aos alunos.

Daniel e sua turma não perdem tempo e formam os patrulheiros cibernéticos do título, grupamento dedicado a desvendar crimes e outros delitos cometidos no ambiente do ciberespaço.

Adeptos irrestritos da "Intern-ética", os patrulheiros almejam muito mais do que ajudar a professora Sandra - eles querem ser reconhecidos como investigadores especiais da Delegacia de Crimes pela Internet, órgão da Polícia Civil. Será que vão conseguir?
Como sempre, os termos técnicos da linguagem cibernética, destacados em azul durante a narrativa, estão muito bem explicados no Glossário, encontrado no final de Os Patrulheiros Cibernéticos. A série "Meu Computador" segue de vento em popa.