SOS – Ararinha-azul discute os perigos que cercam a nossa fauna

 

 

Para sensibilizar os leitores para a questão ambiental e sobretudo para a importância de se preservar a nossa fauna, esse mais recente lançamento de Edith Modesto narra as aventuras de Rafael, um jovem da cidade grande que vai passar um semestre com a avó, em Curaçá, no interior da Bahia.

Com a mudança de cenário, somos apresentados aos amigos de Rafael, aos costumes da pacata cidade, à natureza da região e aos muitos talentos da avó do rapaz, dona Ju, que adora cuidar de animais e, por isso, é convidada para cuidar dos espécimes apreendidos pelo Ibama. Ficamos conhecendo ainda o papel desse órgão do governo, as leis relativas aos animais selvagens da nossa fauna e o terrível problema do tráfico de animais nativos.

Graças a essa estratégia narrativa, a questão ecológica ganha uma dimensão mais concreta e uma maior proximidade afetiva: é mais fácil nos sensibilizarmos pela causa de animais que passamos a conhecer e gostar.

A escolha de Curaçá também não foi casual. Foi nessa cidade que o ornitólogo Paul Roth localizou, em 1986, os três últimos espécimes de ararinha-azul que restaram, duas fêmeas e um macho. Em 1990, foi avistada apenas a ararinha-azul macho, último exemplar silvestre vivo. Ele fez par com uma arara-maracanã, mas os ovos postos por ela não chegaram a chocar. Apesar de todos os esforços do Projeto Ararinha-Azul de Curaçá, a ave nunca mais foi vista após o final de 2000. Caso ela de fato não reapareça, a ararinha-azul será considerada extinta.

No mundo, existem apenas 61 ararinhas-azuis criadas em viveiros, 6 delas no Brasil. O criadouro Chaparral possui 4 exemplares, dois deles filhotes nascidos no local. As outras duas ararinhas-azuis pertencem ao zoológico de São Paulo. Contudo, animais que não vivem soltos na natureza não contam para efeito de extinção.

Edith Modesto é uma autora privilegiada, já que há pouco mais de dois anos conseguiu realizar seu antigo sonho de infância: tornar-se escritora de livros para jovens. Desde que começou, tem se dedicado a essa atividade de forma apaixonada e produtiva. Idealizou uma série intitulada Meu Computador, com livros que misturam aventuras e conceitos básicos de informática. SOS - Ararinha azul é seu segundo livro (o primeiro foi Nas ondas do surfe) para a consagrada série Vaga-Lume.

 

SOS – Ararinha-azul
Editora Ática Texto Edith Modesto

Mais informações Selma Tuareg assessora e-mail selma.cavalcanti@atica.com.br
Jucilene Vieira assistente e-mail jucilene.vieira@atica.com.br
Fones (11) 3346-3318 / 3346-3319
Fax (11) 279-2185