Editora Larousse do Brasil lança série “Adrenalina e Mistério” para jovens
Seqüestros misteriosos, de Edith Modesto, desperta
no jovem o fascínio pelo gênero dos “Mestres do Crime”

 

 

O que o seqüestro de cinco meninos de idades distintas pode ter em comum com anúncios estranhos nos classificados? É o que o livro Seqüestros Misteriosos – que inaugura a série “Adrenalina e Mistério” da Editora Larousse do Brasil – desvenda ao leitor, com muito mistério, suspense e adrenalina.

Encantada com o gênero dos “Mestres do Crime”, como Agatha Christie e Sir Arthur Conan Doyle, e com seus imortais personagens, Hercule Poirot e Sherlock Holmes, Edith Modesto pretende, em Seqüestros Misteriosos, despertar no jovem leitor o fascínio pelos romances policiais. “Escrever o livro foi ótimo, pois desde criança adoro esse gênero”, afirma a autora.

A obra conta a história de Pedro, um garoto comum, que vai à escola todos os dias e adora praticar bicicross nos finais de semana. Sua rotina é alterada quando João, seu melhor amigo, desaparece misteriosamente na saída da escola, e Pedro é o último a vê-lo conversando com um homem de aparência muito estranha e suspeita.

A partir dessa pequena pista, importantíssima para qualquer investigador, Pedro, sua irmã Ana e sua excêntrica e apaixonante tia Margô, começam uma profunda investigação, desenvolvendo técnicas de dedução e de lógica, para descobrir o “MMO”, ou seja, o motivo, o método e a oportunidade, que devem ser analisados para se desvendar os crimes em geral e encontrar o paradeiro de João e também de outros cinco meninos seqüestrados.

Além de desenvolver uma narrativa repleta de mistério e de muito suspense, Edith Modesto tem por objetivo escrever sobre assuntos que possam levar algo novo para o jovem leitor e ampliar a sua visão analítica a respeito de questões da atualidade; por isso, seus livros sempre abordam temas que freqüentemente ocupam as páginas dos jornais. “Gosto muito de escrever sobre assuntos que inicialmente eu não domino profundamente, mas que são atuais, pois assim faço uma grande pesquisa antes de sentar e escrever. Além disso, escrever para os jovens é uma maneira de informá-los e conscientizá-los do que vem acontecendo na sociedade no mundo.” afirma Edith.

Amante da leitura, do teatro, com cerca de 90 000 livros vendidos em cinco anos, a professora Edith Modesto é uma das mais queridas autoras infanto-juvenis brasileiras. Além de escrever, dedica-se a cuidar de sua família, sete filhos,  sete netos, e a responder centenas de cartas e e-mails, resultado de seu projeto de incentivo à leitura" Meu amigo escritor".

As ilustrações, que dão um charme a mais à história e fazem com que o leitor entre no clima de suspense, foram feitas pelo ilustrador Rogério Soud, ganhador, em 1993, do XIX Prêmio Abril de Jornalismo de melhor desenho na categoria quadrinhos, e, em 1998, da Menção Altamente Recomendável da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil.

 

A autora

 

Edith Modesto é escritora de ficção infanto-juvenil,  tem onze livros publicados, e também atua como consultora em Comunicação Empresarial. Formada em Letras pela Universidade de São Paulo; é mestra e doutoranda em Semiótica Francesa pela USP (Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas e Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo). Professora universitária aposentada, Edith lecionou em diversas faculdades de comunicação e também no Teatro Escola Célia Helena, onde dava aulas sobre “Análise e Interpretação do Texto Teatral”.

 

Mais Informações:
Communica Brasil
Tel.: (11) 3865-3534 / 3864-7484